ASSPROM | Mulheres em marcha pela saúde contra a endometriose
28752
post-template-default,single,single-post,postid-28752,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,qode-theme-ver-1.9,wpb-js-composer js-comp-ver-4.6.2,vc_responsive

Mulheres em marcha pela saúde contra a endometriose

Mulheres em marcha pela saúde contra a endometriose

16:17 19 Março em Noticias
0 Comentários

Dia 24 de março, acontece a quinta edição da EndoMarcha – Marcha Mundial pela Conscientização da Endometriose. O evento, realizado simultaneamente em cerca de 70 países, foi criado pelo médico americano Camran Nezhat, e tem o objetivo de promover a conscientização de governos e populações sobre a seriedade da doença, que atinge mais de 200 milhões de mulheres em todo mundo.

Em 2014, aconteceu a primeira edição no Brasil. De lá para cá, algumas conquistas já podem ser comemoradas, como a criação de leis municipais em Campo Grande (MS) e em Boa Vista (RR), e a instituição da “Semana Estadual de Prevenção e Conscientização dos Males Causados pela Endometriose”, no estado de São Paulo. São vitórias muito importantes e frutos da participação ativa das mulheres nas marchas dos anos anteriores. Atualmente, a Endomarcha ocorre em 14 cidades brasileiras. É importante ressaltar que a EndoMarcha conta com o apoio da Assprom.

Em Belo Horizonte, a coordenadora do evento, Kelly Pires, também funcionária da Assprom, ressalta a importância da conscientização sobre a doença para que o diagnóstico seja feito o quanto antes. Ela afirma que o principal objetivo da EndoMarcha é tornar a endometriose uma doença pública, ou seja, que tenha amplo atendimento no SUS.

A concentração da marcha começas às 9 horas, no Palácio da Liberdade. Não deixe de participar!

A endometriose

A endometriose é caracterizada pela presença do endométrio, tecido que reveste o interior do útero, em outros órgãos da pelve como trompas, ovários, intestinos e bexiga. É uma doença grave, podendo até levar a óbito. Se você sentir dores fortes na região pélvica, dores durante relações sexuais, dores ao urinar, tiver sangramento, inchaço, entre outros, procure seu médico.

Mais informações sobre a Endomarcha2018 e sobre a endometriose no site: aendometrioseeeu.com.br/

Sem Comentários

Adicione um comentário

Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On InstagramVisit Us On Linkedin